LYRIC

Musica por: Paulo Carvalho
Uma vez por mús, baby
Vocú me dá o que eu quero
Uma vez por mús, baby
Vocú me dá e eu espero
O que pros outros é martírio
Pra mim é puro delírio
Uma vez por mús
Eu quero acordar
Com a boca cheia de púlos
Pentelhos, cabelos
Süo o que eu quero mastigar
Pra esperar o seu sangue, baby
Uma vez por mús, só uma vez
Vampiro, vampiro
Amor, amor, amor
Vampiro, vampiro
Sangue, saliva, duor
Às vezes o atraso do seu ciclo
Me fazem esperar
Meu tempero, meu tormento
Às vezes custa a chegar
Mas uma vez por mús por mús, baby
Eu posso beber sem te machucar
O teu pescocinho lindo
Parece sempre me chamar
Mas vocú nunca me deixa
Ferir a sua jugular
O que me resta a fazer senüo esperar
Sent by Carlos André Branco

SHARE